Thursday, December 31

something about love & deliriums


voltas os lábios para o véu noturno porque gostas da palidez e a lua é tua amante. toco-te as costas. toco-te as costas e cheiro-te as costas e abraço-te as costas e dissolvo-me. perdi o veneno noctívago da escrita mas ainda assim sinto-me morrer e preciso de viver em ti, casulo grande mas novo. verde mas doce. contudo, pintamos borrões de todos os sonhos mortos de famílias e gerações, pincelados em pirâmide; no topo as nossas faces em beijo. achamos belo vê-los gritar porque queremos alguém que nos abafe a nós. voltas-te e expiras. fora de ti, sufoco. Amor, és delírios e noites por dormir.

3 comments:

nês said...

Dizem que noites sem dormir são noites bem passadas. Loucuras vividas (que tipo não sei)...

Iolanda said...

e eu contente de te ler assim, tartaruguinha *** um abraço dos nossos

Inês said...

Que saudades de te ler...

future present
Bitter Coffee &
Japanese Cigarettes

"birds scream at the top of their lungs
in horrified hellish rage
every morning at daybreak
to warn us all of the truth,
but sadly we don't speak bird"
k.c.

(coffee) (cigarette)